Você provavelmente já provou um vinho juntamente com água. Aliás, em um jantar harmonizado é comum a presença das duas taças lado à lado. Tradição ou razão, você sabe o por que deste padrão?

Jantares harmonizados têm se tornados cada vez mais frequente. Trata-se de uma experiência gastronômica que visa harmonizar com excelência todo o sabor e complexidade do vinho com pratos pensados em potencializar a união entre os dois mundos. Seja nestes jantares ou mesmo na recém moda “vinho no tapete”, o costume de manter a taça de vinho junto a de água perdura. Você sabe por que?

Uma taça de vinho e outra de água

Bebidas alcoólicas em geral são potentes diuréticos, isto é, seu organismo perde muito líquido quando consome muito álcool. A consequência disto são as temidas ressacas no dia seguinte e uma forma de eficaz de evitar este problema é alternar o consumo de vinho (vale para qualquer bebida alcoólica) com um gole de água. Desta forma você mantém seu corpo hidratado e previne incomodações na manhã posterior.

Mas não é só este o motivo da alternância entre vinho e água: ela exerce também a função de limpar o paladar. Alguns pratos podem ter sabores muito acentuados ou outras características de se manter por mais tempo na língua que, hora ou outra, podem mascarar toda a complexidade das notas mais suaves de uma boa garrafa de vinho. Talvez você já tenha passado por esta experiência de, no começo da garrafa o vinho estar maravilhoso e, ao fim do jantar, a diferença ser perceptível. A água aqui também ajuda a limpar o paladar para que aumente sua percepção de todos os traços presentes no vinho.

Qual água servir

Pode parecer uma dúvida boba né mas a água realmente muda dependendo de sua fonte e os minerais presentes nela (e isso não é papo de vendedor não). Sabiam que eu tenho um amigo que é Sommelier de Água? Ele sempre fala isso dando risada meio que com vergonha mas a complexidade do assunto ainda é grande por que o tema é completamente desconhecido e vocês vão entender por que.

Infelizmente, diferentemente das garrafas de vinho, as águas não especificam em seu rótulo características mais específicas então seu conhecimento demanda um estudo mais aprofundado. É claro que não vamos discorrer aqui sobre todas as propriedades de cada tipo de água, para nós basta saber que, no geral, elas podem apresentar um sabor mais salino ou alcalino.

Água com ou sem gás

Umas das melhores opções é sempre à água sem gás já que é a mais neutra possível, desde que mineral. Quando for harmonizar seu vinho com algum prato sempre opte por esta escolha já que as propriedades do gás carbônico presente na carbonatação da água podem alterar sua percepção sobre o gosto das coisas. E ainda podem causar mal-estar quando consumidas com comida.

Embora não favoreça na maioria dos casos, a água com gás pode sim ser usada em algumas situações específicas quando não há o consumo de comida juntamente com o vinho. Mas devido a falta de informações nos rótulos recomenda-se sempre degustar separadamente água e vinho para verificar se combinam.

Vinho harmoniza com água

Os benefícios do consumo da água juntamente com vinho (e outras bebidas alcoólicas) é confirmado por diversos estudos. Além de prevenir a ressaca do dia seguinte ela também ajuda a limpar o paladar em casos de jantares harmonizados e assim auxiliando que você perceba toda a complexidade de todas as notas mais suaves da bebida. Mais do que tradição, o consumo de água junto ao vinho segue a razão. Há ainda outros fatores que podem influenciar sua percepção da bebida como a taça correta mas quem sabe isso a gente discute em outro post.