Tão antiga quanto a própria cerveja, kombucha é uma bebida fermentada a partir de chás naturais. Embora seu consumo seja registrado à muito tempo, só nos últimos anos ela ficou famosinha e tornou-se febre entre os adeptos de um modo de vida fit. Mas além de saudável, será que a bebida pode ser gostosa?

A bebida é famosa nos Estados Unidos desde os anos 90 mas por aqui se tornou conhecida somente em meados de 2017 quando ficou conhecida por integrar a maioria das listas de itens de camarim dos artistas do Lollapalooza. Isto explica por que ela se tornou tão popular entre os jovem e a galera mais “descoolada”. Entre as qualidades da bebida está o apelo de ser saudável sem perder sabor. Será mesmo? Primeiro vamos entender um pouco mais sobre o que é e onde surgiu essa bebida.

Essa é a famosa kombucha e esse “disco” dentro dela é o que transforma o chá doce na bebida fermentada.

A (ou o) Kombucha (pronúncia: “kombutcha”), ainda, Kombuchá, é obtida tradicionalmente a partir da fermentação do chá adoçado. Para a fermentação, prepara-se o chá, normalmente preto ou verde, mas pode ser qualquer infusão, desde que seja doce e que este não seja antibiótico natural. Depois de pronto e já resfriado, inocula-se a solução com um líquido acidificante ou vinagre proveniente de fermentações anteriores e a zoogleia. Tudo isto é deixado em repouso para o processo de fermentação da bebida. Após alguns dias, quando quase todo o açúcar terá sido consumido para dar lugar às várias enzimas, vitaminas e ácidos, contudo, a bebida estará com um sabor ácido, mas, ainda, levemente doce e estará pronta a ser consumida.

Certo, ela é natural mas e os benefícios para nossa saúde, quais são? Perae, vamos fazer uma lista com os 10 principais benefícios de se consumir o kombucha:

  • EMAGRECIMENTO: o consumo moderado de kombucha ajuda a regular o apetite e, portanto, auxilia o combate da obesidade contribuindo para o emagrecimento saudável.
  • COMBATE À GASTRITE: por atuar eliminando a bactéria H. pylori, umas das grandes causas de gastrite, seu consumo também auxilia no combate deste mal.
  • BENEFÍCIOS AO INTESTINO: graças a suas propriedades, a kombucha chega com bactérias boas até o intestino. Ela auxilia à reconstrução da flora o que auxilia no combate de infecções e fungos.
  • DETOX: a kombucha pode se ligar a moléculas tóxicas no organismo e estimular sua eliminação pela urina e pelas fezes.
  • MAIS BENEFÍCIOS: alivia e previne Reumatismo, artrite e pedras no rins, por desintoxicar o organismo.
  • INTESTINO: por reconstruir a flora intestinal, a kombucha contribui com uma função laxante e, quando ninguém estiver olhando, ela te auxilia nos momentos difíceis, se é que me entendem.
  • PURO SANGUE: ajuda a regular o pH do sangue, deixando o corpo naturalmente mais forte e resistente à doenças.
  • BONS SONHOS: contribui aliviando o estresse e combatendo a insônia, sendo uma boa opção para períodos de maior stress ou provas estudantis.
  • CUCA FRESCA: reduz a tendência de enxaquecas e dores de cabeça.
  • FIGADO, FIGADO: a kombucha também regula o funcionamento do fígado, sendo excelente após tomar antibióticos.

Quer mais? Tem. O probiótico ainda fortalece o sistema imunológico por ser rico em antioxidantes e atuar no intestino, previne doenças como diabetes e câncer porque melhora o funcionamento do corpo como um todo, normaliza a pressão arterial, diminui sintomas da menopausa (toma essa chocolate) e previne infecções urinárias. Ufa, quanta coisa! Mas a pergunta que não quer calar, senhoras e senhores é, se de fato, a kombucha é realmente saborosa ou tem gosto de cabo de guarda chuva misturado com corrimão de escada rolante em um domingo ensolarado. E a resposta é sim!

Rum, cachaça e kombucha para preparar nosso drink à base da bebida: Runbucha!

Na prática a kombucha pode sim ser bebida pronta já ao fim de sua primeira fermentação. Mas uma de suas vantagens é que após este processo você pode adicionar uma porção de suco natural do seu gosto, customizando desta forma o sabor de seu super refrigerante natural saudável e cheio de benefícios à saúde. Dúvida? Experimente então nosso drink Rumbucha: ele leva kombucha de chá preto com suco de abacaxi no processo misturado à rum, cachaça e um toque de simpatia de nosso pessoal do bar (que sim, faz diferença no sabor).

Saboroso e saudável, quem diria.

Enfim, cheia de benefícios à saúde e naturalmente fermentada, a kombucha prova que aquela teoria de que para ser fitness é necessário passar vontade é besteira. Se você tiver descoberto a bebida agora, aproveite, ela é sim gostosa e faz muito bem ao seu corpo. Logicamente você não precisa se tornar o louco da kombucha, aquele que fala dela para todos e faz questão de testemunhar seus benefícios de casa em casa nos domingos pela manhã mas, da próxima vez que passar o olho pelo cardápio de um restaurante, café ou barzinho que ofereça a bebida, pense duas vezes em tudo que a kombucha também pode fazer de bom à sua saúde ao invés de pedir logo o famoso gin & tônica. Aliás, quem sabe o próximo post seja sobre ele… Quem sabe. Nos vemos em breve.

Gostosa, faz bem e (com um detalhe do ramo de hortelã) bonita, um convite à beber sem culpa.

Foram usadas neste artigo informações das seguintes fontes e autores:
– Site Tua Saúde: https://www.tuasaude.com/beneficios-do-kombucha/ (acessado em 25/06/2020)
– Wikipédia:https://pt.wikipedia.org/wiki/Kombucha (acessado em 25/06/2020)